"A Vida é bela.Gostaria de a viver mil vezes." (Beethoven)

08
Abr 10

"Eu sou uma vitima destas malditas....."

Quem nunca sentiu a horrível sensação de ter uma afta na boca?

Poucas pessoas, certamente, uma vez que este problema pode atingir perto de 60% da população.

A afta não é um mero sintoma, é a própria doença, e o mais difícil é encontrar o que causa esta lesão.

 

 

O que são?

As Aftas ou  Estomatite Aftosa é um processo inflamatório da mucosa bucal. Caracteriza-se por lesões ulcerosas que se podem estender por toda a boca. São mais frequentes na face interna das bochechas, lábios e língua. Têm uma aparência típica: uma mancha arredondada esbranquiçada e rodeada por uma linha vermelha. Causam uma sensação de queimadura

A  sua causa é muitas vezes desconhecida, pelo que a prevenção não é fácil, mas é possível gerir alguns factores associados ao seu aparecimento.

Nos bebés as aftas são raras. Podem aparecer os chamados "sapinhos", que não são aftas mas sim uma infecção causada por um fungo (Candida albicans) que deixa no interior da boca e na língua pequenas placas esbranquiçadas de aspecto leitoso, que se confundem com restos de leite e que exigem tratamento específico. Este tipo de infecção também pode acontecer em adultos imunodeprimidos ou a seguir a tomarem antibióticos como uma infecção oportunista.

Factores de risco associados

Trauma oral, causado pela escovagem excessiva ou pela mastigação de alimentos duros;

Ansiedade e stresse;

Certos alimentos como chocolate, café, morangos, queijo, amêndoas, etc.;

Mudanças hormonais e ciclo menstrual;

Deixar de fumar (no início);

Alguns medicamentos anti-inflamatórios ou certos anti-hipertensores;

Alergia ao laurilssulfato de sódio que faz parte de alguns dentífricos.

Tratamento

As aftas não são contagiosas e normalmente desaparecem ao fim de uma ou duas semanas. Mas como são desconfortáveis poderá recorrer-se a pastilhas, geles ou elixires para alívio dos sintomas.

Pastilhas
Geles e Líquidos que formam uma película protectora;
Comprimidos adesivos de Acetonido de triancinolona (Antiinflamatório esteróide);
Solução de Ácido salicílico + Ruibarbo para pincelar várias vezes ao dia em cima das lesões
Spray de Benzocaína para alívio da dor.
Elixires e sprays de antissépticos tópicos:

Benzidamina
Benzidamina + Lactato de alumínio
Cloreto de zinco+ Mentol + Salicilato de metilo

Deve-se bochechar com 15ml de produto. puro ou diluído, 3 vezes ao dia ou aplicar directamente com um cotonete. Têm uma acção desinfectante e adstringente para facilitar a cicatrização.

Evitar os factores desencadeantes;

Boa escovagem dos dentes.

Prevenção

Evitar alimentos duros;

Evitar alimentos que habitualmente causam aftas;

Gargarejar com elixires próprios, para alívio da dor e desinfecção da boca;

Usar uma escova de dentes macia;

Visitar regularmente o dentista.

Manter uma boa higiene oral;

Evitar o abuso de anti-sépticos orais;

Tomar suplementos vitamínicos


(Fonte Sapo Saude)

publicado por carla grileiro às 09:37
tags:

Slide
Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
20

25
26
29
30


tags

todas as tags

Caixa de Dialogo
comentários recentes
"Grande artigo e óptimo blog! Deixe aproveitar est...
Blog: http://www.elanao.com/
Blog: http://www.elanao.com/
Blog: http://www.elanao.com/
Blog: http://www.elanao.com/
Blog: http://www.elanao.com/
Passados sete anos...estão cá todas e bem. Que con...
Muitos mais virão. És uma vencedora! Uma Alentejan...
mulher coragem, beijinhos grds :)
Quem passa por "isto" não fica igual. Passa a dar ...
Rádio Comercial
as minhas fotos