"A Vida é bela.Gostaria de a viver mil vezes." (Beethoven)

30
Mai 10



Que o mar vire cerveja e os homens aperitivo, que a fonte nunca seque, e que
a nossa sogra nunca se chame Esperança, porque Esperança é a última que
morre...
Que os nossos homens nunca morram viúvos, e que os nossos filhos tenham pais
ricos e mães gostosas!
Que Deus abençoe os homens bonitos,e os feios se tiver tempo...

Deus...
Eu vos peço sabedoria para entender um homem, amor para perdoá-lo e paciência pelos seus actos, porque Deus, se eu pedir força, eu bato-lhe até matá-lo.

Um brinde...
Aos que temos,
aos que tivemos e aos que teremos.

Um brinde também aos namorados que nos conquistaram, aos trouxas que nos perderam, e aos sortudos que ainda vão conhecer-nos!

Que sempre sobre,
que nunca nos falte,
e que a gente dê conta de todos!
Amén.

P.S.: Os homens são como um bom vinho: todos começam como uvas e é dever da mulher pisá-los e mantê-los no escuro até que amadureçam e se tornem uma boa companhia para o jantar.

 

 

 

 

E para todas as minhas amigas um bom incio de  semana

Bjos...

 

publicado por carla grileiro às 15:36

25
Mai 10

PASSEIO ALENTEJANO
 
 
 
CALMA .. suas Malucas  !!!
 
 
 
 
 
 

 

 

publicado por carla grileiro às 18:54
tags:

21
Mai 10

Nuno Lobo Antunes: "7,5% da população escolar tem hiperactividade e défice de atenção"

Nuno Lobo Antunes, neuropediatra e director clínico do CADIn, uma IPSS que tem por objectivo último a integração na sociedade das crianças e jovens com perturbações do desenvolvimento, foi o convidados da Escola Secundária D. Inês de Castro de Alcobaça para o colóquio "Hiperactividade e défice de atenção", realizado no dia 31 de Março. A iniciativa, integrada na "Escola Aberta", fez encher o auditório da escola, sobretudo, de professores que quiseram entender este problema grave que afecta 7,5% da população escolar. Em Portugal, há cerca de 100 mil crianças com alterações do desenvolvimento.

Segundo Nuno Lobo Antunes, o défice de atenção / hiperactividade é um problema biológico, diagnosticado apenas pelo comportamento. Na verdade, a pessoa afectada dá atenção a tudo o que mexe, uma qualidade importante na antiguidade quando o homem vivia da caça, mas que hoje acarreta sérios problemas de integração social. O director clínico do CADIn alerta, no entanto, que muitos dos alunos etiquetados como tendo défice de atenção não têm qualquer problema, tratando-se apenas de manifestações de vitalidade ou desejo de chamar a atenção dos outros.

Para haver diagnóstico de défice de atenção não pode haver outra explicação e tem de provocar sofrimento e incapacidade. A hiperactividade atinge, sobretudo, os rapazes (cerca de 75 a 80%). Segundo Nuno Lobo Antunes, as raparigas são apenas desatentas e, por isso, são mais difíceis de diagnosticar que os rapazes, muito mais irrequietos. Metade dos hiperactivos têm perturbações do sono. Muitas vezes, a hiperactividade cessa aquando da passagem da infância para a adolescência. No entanto, metade dos hiperactivos continuam com o problema mesmo na idade adulta.

Existe uma razão biológica para o défice de atenção: os níveis de dopamina nestes jovens é mais baixo que o normal e, por isso, podem ser medicados no sentido de repor esses níveis. Para tal, existe um medicamento (metilfenidato) cuja eficácia ronda os 80 %. Segundo Nuno Lobo Antunes, "uma criança com défice de atenção é um carro sem travões" e, por isso, discorda dos que consideram a medicação uma interferência na personalidade dos hiperactivos, uma vez que apenas lhes proporciona aquilo que os restantes jovens já têm.

Existe também uma contribuição genética para este problema. Assim, os pais hiperactivos têm 50% de probabilidade de terem um filho hiperactivo. As consequências em termos sociais são bem evidentes: a probabilidade dos hiperactivos terem um acidente de bicicleta aumenta 50%; de irem parar às urgências dos hospitais aumenta 33%; dos pais com filhos hiperactivos se divorciarem aumenta 3 a 5 vezes; de se tornarem consumidores de drogas aumenta duas vezes.

Os sentimentos de culpa dos pais com filhos hiperactivos também são muito frequentes, com o pai a atirar a culpa para a mãe, por esta não o saber educar. Por outro lado, devido aos embaraços provocados pelo filho, os pais vão-se isolando cada vez mais e deixando de ter vida social.

Os medicamentos não curam a hiperactividade, mas contribuem para minorar enormemente o sofrimento das crianças, que se sentem culpadas por não corresponderem às exigências dos pais e dos professores. No entanto, não curam os problemas de oposição, apenas ultrapassáveis com terapia comportamental. O medicamento destina-se a diminuir a falta de atenção, mas frequentemente também diminui a hiperactividade.

Nuno Lobo Antunes deixou ainda alguns conselhos aos professores: os alunos com défice de atenção devem estar sentados na primeira fila e terem apenas uma tarefa de cada vez para fazerem. Face aos constantes problemas criados pelo aluno hiperactivo na sala de aula, muitos professores anseiam para que ele deixe de estar ao seu cuidado. Contudo, o neuropediatra considera ser um grande privilégio para qualquer professor poder modificar o comportamento de uma criança com défice de atenção.

Além do CADIn, Nuno Lobo Antunes indica também como instituição de referência nesta área, o Centro de Desenvolvimento Infantil - DIFERENÇAS, dirigido por Miguel Palha, e mesmo instituições públicas, como o Hospital de Santo André, em Leiria, que contudo, tem uma lista de espera de 7 meses.

 

O CADIn

O CADIn é Instituição Particular de Solidariedade Social patrocinada por um grupo de grandes empresas e fundações nacionais e tem como objectivo proporcionar apoio a crianças, que muitas vezes apresentam dificuldades em múltiplas áreas. Por isso, o tratamento deve ser realizado em centros capazes de integrar técnicos de diferentes especialidades, da Neurologia e Psiquiatria ao Desenvolvimento, da terapia da fala à intervenção psico-pedagógica. O CADIn dispõe de um sítio na Internet em www.cadin.net .

 

 

 

 

Ontem fui assistir á palestra do Drº Nuno Lobo Antunes , no plitecnico de Beja , e foi interessante.

Já tinha algum conhecimento das dificuldades de relacionamento familiar e não só com estes miudos,

porque convivo de perto com alguns, mas fiquei mais esclarecida, de como é dificil para as familias e principalmente para as maes, tal como o prorio ontem referiu,lidar e conviver todos os dias com estas dificuldades.

Gostei e gostei tambem de ver que em Beja se tratam temas tão interessantes como este e como aquele auditorio estava "a rebentar pelas costuras". 

 

publicado por carla grileiro às 12:46

14
Mai 10

 

Desejo um excelente fim de semana a todos.

Com esperança que o nosso tempo melhor,

porque já estou fartinha deste tempo.

Já tivemos um belo calorzinho e agora

este tempo maluco outro vez.

Beijos e bom fim de semana.

publicado por carla grileiro às 21:27
tags:

11
Mai 10

A Indian Head Massage é uma terapia utilizada há milhares de anos pelos nativos da Índia, que faz parte da tradição ayurvédica.

Existem várias versões, ou interpretações da história da Indian Head Massage ou Champi, tal como é conhecida na Índia. Curiosamente, foi esta palavra que deu origem à palavra Champô.

No ocidente, só nas duas últimas décadas é que a IHM (Indian Head Massage) foi introduzida e verdadeiramente reconhecida, em grande parte pelo trabalho e empenho do Indiano Narendra Mehta, um invisual com um sentido excepcional do toque que esquematizou esta massagem de acordo com o sistema técnico ocidental, assumindo o nome de Indian Head Massage.

A Indian Head Massage é aplicada em todo o lado, até mesmo quando os homens vão cortar o cabelo ou fazer a barba. Até as próprias crianças recebem massagens na cabeça desde a nascença. Nos templos indianos, em esculturas, calendários e livros espirituais podem-se observar várias imagens a receber uma massagem na cabeça.

A massagem é essencial para todas as pessoas em todas as etapas e condições da sua vida: crianças, donas de casa, idosos, deficientes, doentes, desportistas, etc. Para as pessoas que não têm a oportunidade de praticar exercício, a massagem é uma excelente alternativa para estimular o crescimento e ajudar à manutenção do corpo.

Como tradição, a Champi é aplicada entre as mulheres da mesma família, que trocam entre si massagens à cabeça, para que os seus cabelos cresçam mais rapidamente, fortes e brilhantes. São utilizados diversos óleos para o efeito que mudam consoante as estações do ano.

"In Sapo"

Indian Head Massage

publicado por carla grileiro às 21:10

10
Mai 10

Saiba por que é que as mulheres têm necessidade de se sentir bonitas

 

Um estudo internacional conduzido pela Nivea tentou perceber melhor as mulheres actuais, avaliando a mentalidade e as atitudes do sexo feminino quando o tema é beleza.

Para tal, foram auscultadas mulheres entre os 20 e os 70 anos, de nacionalidades alemã, francesa, americana, russa, brasileira e chinesa. As principais conclusões corroboram aquilo que suspeitávamos. As mulheres mudaram! Saiba em quê.

Do interior para o exterior

A primeira grande conclusão apurada por esta pesquisa é que, para as mulheres de hoje, não basta apenas serem bonitas, têm que se sentir bonitas. Esse sentimento advém da autoconfiança, auto-estima, saúde e equilíbrio entre os diversos papéis que a mulher tem de assegurar diariamente.

Neste campo a família assume uma posição prioritária, mas o desejo de ser bem sucedida profissionalmente e a necessidade de manter relações interpessoais satisfatórias assumem igualmente posições de destaque.

O contributo da cosmética

Os produtos de cosmética são utilizados diariamente pelas mulheres, de todas as idades, com o intuito de manterem e realçarem a beleza física e, consequentemente, sentirem-se melhor e mais mimadas (numa época em que o tempo para cuidarmos de nós próprias é escasso).

Com base nos resultados do estudo, constatou-se que o facto de ter uma pele do rosto saudável e suave proporciona uma sensação de bem-estar e autoconfiança, contribuindo para que nos sintamos bonitas e mais descontraídas. Segundo as entrevistadas, a importância dos cuidados de beleza vai continuar a aumentar de forma significativa no futuro.

Exercício pró-beleza

Foi unânime, entre as mulheres inquiridas, que manterem-se activas é essencial e benéfico para a saúde, beleza e bem-estar psicológico. Neste contexto, a prática de exercício físico é encarada como ajudando a manter a destreza necessária para realizar as tarefas diárias.

Cientificamente, está comprovado que praticar exercício físico melhora a circulação sanguínea, ajuda a diminuir a ansiedade e contraria sintomas depressivos, contribui para o aumento da capacidade pulmonar (o que garante energia extra ao organismo e maior produtividade física e psicológica). A actividade física ajuda também a tonificar a pele, mantendo-a revigorada e jovem.

A alimentação ideal

Cumprir diariamente uma dieta rica em nutrientes é uma das metas das mulheres, já que estão conscientes da importância de uma alimentação adequada nas várias esferas da sua vida. No entanto, este objectivo revela-se nem sempre fácil de atingir, em virtude das rotinas agitadas que nem sempre permitem refeições nutricionalmente correctas.

Desta forma, de acordo com o estudo Women & Beauty Research 2007 da Nivea, desenvolvido a nível mundial pela Beiersdorf, as falhas ao nível alimentar são habitualmente colmatadas com a toma de suplementos nutricionais.

Texto: Teresa d'Ornellas

 

Os novos paradigmas da beleza

In "Sapo"

publicado por carla grileiro às 21:22

06
Mai 10
publicado por carla grileiro às 22:38

Apreenda os princípios e conheça os benefícios de uma disciplina que pode mudar a sua vida

 

A ciência anda intrigada com o yoga. De tal forma que os estudos sobre os resultados da prática desta disciplina oriental milenar (a que o Ocidente aderiu especialmente a partir da década de sessenta) têm-se multiplicado.

Uma dessas investigações, realizadas pela Universidade de Wisconsin, demonstrou que a realização de exercícios de meditação, durante várias semanas, promove o aumento da actividade cerebral em áreas ligadas às emoções positivas. Pátañjali, sábio indiano, sabia-o há milhares de anos. Dizia que o yoga é a «paragem voluntária dos turbilhões da mente».

Assim é esta disciplina que não só nos permite gerir o stress, como atingir um estado de equilíbrio entre o domínio físico e psicológico. Não é isso que quer?

Princípios basilares

A palavra yoga em sânscrito significa união e o seu principal objectivo é unir o corpo e a mente, através de posições (asanas) combinadas com exercícios de respiração (pranayamas).

Tal como na teoria da acunpuntura, segundo a qual a energia do corpo (qi) flui pelos canais, no yoga a energia (prana) flui ao longo dos canais (nadis) que, de acordo com esta disciplina, ao ficarem bloqueados afectam o correcto funcionamento do nosso organismo.

Assim, a prática do yoga deve estimular os pontos de energia (chakras) que se encontram no centro da testa, garganta, coluna, coração, umbigo e perto do diafragma.

O mito da religião

É a vertente espiritual ligada ao yoga que ainda provoca alguma desconfiança. Firminiano Fonseca, professor desta disciplina, desmistifica qualquer ligação a uma religião, afirmando que «o yoga é completamente ateu».

«Através da sua prática assídua e contínua existe um desprendimento da componente física, da qual estamos demasiado dependentes, e descobrimos a nossa espiritualidade que sempre existiu, mas à qual não damos muita relevância», sublinha.

Benefícios comprovados

Um dos principais atractivos do yoga é o facto de poder ser praticado por qualquer pessoa, pois praticamente não envolve contra-indicações.

Para além dos seus benefícios amplamente comprovados ao nível da redução de stress e estimulo da descontracção, o yoga parece ter um efeito calmante em pessoas que sofrem de insónias.

Também se demonstraram os seus efeitos positivos em quadros como tensão arterial elevada, dores nas costas e ansiedade crónica.

Mais recentemente, um estudo apresentado pela Sociedade Americana de Oncologia Clínica sublinha o papel do yoga na recuperação física de pacientes que se submeteram ao tratamento de cancro da mama.

Disciplina em voga

O tipo de yoga mais praticado no nosso país é o Hatha Yoga (uma forma mais técnica e física da disciplina), o que se explica pelo facto de ser a vertente do yoga mais próxima do fitness, tendo inclusivamente dado origem a variações como o Pilates ou o Body Balance, explicou-nos Firminiano Fonseca.

O Hatha Yoga é considerada a variante que mais desenvolve as capacidades psicofisiológicas. «Ha» significa Sol e «Ta» Lua e, juntos, representam a união entre o feminino e o masculino, a união do equilíbrio entre a mente e o corpo.

Nestas aulas é dada atenção especial às posições, respiração e meditação e a sua prática depende do professor e da preparação do aluno.

Iniciação ao yoga

O mais importante é que escolha um instrutor experiente. Segundo Firminiano Fonseca, nessa selecção,
«deve-se ter em conta o curriculum do professor, pedir a certificação do curso e o contacto da escola onde se formou, sendo esta a única maneira de se confirmar se está apto a dar aulas ou não.»

Depois passe à prática, «experimentando aulas, por exemplo num ginásio, e se possível em diversas escolas, para avaliar qual a abordagem que mais se adapta às suas características pessoais», recomenda o professor.

A estreia

Uma vez pronta para ir às aulas deverá optar por um vestuário confortável que lhe permita mover-se com facilidade. Geralmente as aulas de yoga são particadas com os pés descalços e idealmente pelo menos duas vezes por semana.

De acordo com Firminiano Fonseca, será essencial que tenha «disponibilidade física para aprender a libertar o corpo da tensão que vai acumulando. Na vertente psicológica terá de investir algum esforço e persistência, visto não ser fácil criar registos novos em termos mentais.

No entanto, com a prática assídua, cria-se uma maior tranquilidade que permite enfrentar as solicitações do
dia-a-dia.» E... por que é que não experimenta?

 

Mini-dicionário

Comece a familiarizar-se com às expressões que vai ouvir se frequentar uma aula de yoga:

ASANAS
Posições que favorecem a meditação.

CHAKRAS
Pontos de irradiação de energia que se localizam entre a base da coluna dorsal e o topo do crânio.

MANTRA
Cântico de palavras sagradas.

MEDITAÇÃO
Técnica de atenção interior destinada a encontrar paz.

NIRVANA
Estado de paz total.

OM
Palavra utilizada em mantras e entoada durante a meditação.

PRANA
Energia da vida, corrente energética.

PRANAYAMA
Controlo do sistema nervoso pela respiração.

Texto: Paula Nascimento com Firminiano Fonseca (professor de Yoga)

"Sapo"

 

 

publicado por carla grileiro às 21:49
tags:

05
Mai 10

Desejo a todos uma noite excelente.

Beijinhos , ate amanha

publicado por carla grileiro às 22:22
tags:

04
Mai 10

Parabens amiga,

hoje é um dia para festejares

mais um ano , mais uma vitoria.

Muitas felicidades hoje e sempre.

Beijo  muito grandeeeeeeeeeeeeee

publicado por carla grileiro às 20:55

Slide
Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
15

16
17
18
19
20
22

23
24
26
27
28
29

31


subscrever feeds
tags

todas as tags

Caixa de Dialogo
comentários recentes
<3 Boa! Agora, não percas a embalagem.Beijocas
Olha! que giras que estão!!! Ainda bem que regress...
olá, foi um dia muito bom.Temos que repetir. Afina...
Boa, ca te espero para leituras também mais assídu...
"Grande artigo e óptimo blog! Deixe aproveitar est...
Blog: http://www.elanao.com/
Blog: http://www.elanao.com/
Blog: http://www.elanao.com/
Blog: http://www.elanao.com/
Blog: http://www.elanao.com/
Rádio Comercial
as minhas fotos