"A Vida é bela.Gostaria de a viver mil vezes." (Beethoven)

18
Nov 08

O que são cuidados paliativos?

São cuidados prestados a doentes em situação de intenso sofrimento decorrente de doença incurável em fase avançada e rapidamente progressiva. O objectivo consiste em promover, tanto quanto possível e até ao fim, o bem-estar e a qualidade de vida destes doentes.

Os cuidados paliativos são cuidados activos, coordenados e globais, que incluem o apoio à família, prestados por equipas e unidades específicas de cuidados paliativos, em internamento ou no domicílio, segundo níveis de diferenciação.

Os cuidados paliativos têm como componentes essenciais o alívio dos sintomas, o apoio psicológico, espiritual e emocional do doente, o apoio à família e o apoio durante o luto, o que implica o envolvimento de uma equipa interdisciplinar de estruturas diferenciadas.

Quem são os destinatários dos cuidados paliativos?

Os cuidados paliativos destinam-se a doentes que, cumulativamente, não têm perspectiva de tratamento curativo, com doença que progride rapidamente e cuja expectativa de vida é limitada, o seu sofrimento é intenso e têm problemas e necessidades de difícil resolução que exigem apoio específico, organizado e interdisciplinar.

Os cuidados paliativos não se destinam, por isso, a doentes em situação clínica aguda, em recuperação ou em convalescença ou, ainda, com incapacidades de longa duração, mesmo que se encontrem em situação de condição irreversível.

Que doenças requerem cuidados paliativos?

Os cuidados paliativos não são determinados pelo diagnóstico das doenças, mas pela situação e pelas necessidades do doente.

No entanto, doenças como o cancro, a sida e doenças neurológicas graves e rapidamente progressivas implicam frequentemente a necessidade de cuidados paliativos.

Quando e durante quanto tempo os doentes podem beneficiar de cuidados paliativos?

Os cuidados paliativos dirigem-se prioritariamente à fase final da vida, mas não se destinam, apenas, aos doentes agónicos. Muitos doentes necessitam de ser acompanhados durante semanas, meses ou, excepcionalmente, antes da morte.

Como é que são prestados os cuidados paliativos?

As unidades de cuidados paliativos podem prestar cuidados em regime de internamento ou domiciliário e abrangem um leque variado de situações, idades e doenças.

Os cuidados paliativos proporcionam aos doentes que vão morrer a possibilidade de receberem cuidados num ambiente apropriado, que promova a protecção da dignidade do doente incurável na fase final da vida.

Que unidades de cuidados paliativos existem no país?

  • Instituto Português do Cancro do Porto;
  • Serviço de Medicina Paliativa do Hospital do Fundão;
  • Serviço de Medicina Interna e Cuidados Paliativos do IPO de Coimbra;
  • Equipa de Cuidados Continuados do Centro de Saúde de Odivelas;
  • Santa Casa da Misericórdia da Amadora;
  • Santa Casa da Misericórdia de Azeitão;
  • Equipa de Suporte em Cuidados Paliativos do Hospital de São João do Porto.

Para saber mais, consulte o Programa Nacional de Cuidados Paliativos - Adobe Acrobat - 475 Kb, que foi aprovado a 15 de Junho de 2004. 
 

 

publicado por carla grileiro às 11:16

Slide
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
13
15

16
17
19
20
21

23
24
25
26
27
29

30


tags

todas as tags

Caixa de Dialogo
comentários recentes
"Grande artigo e óptimo blog! Deixe aproveitar est...
Blog: http://www.elanao.com/
Blog: http://www.elanao.com/
Blog: http://www.elanao.com/
Blog: http://www.elanao.com/
Blog: http://www.elanao.com/
Passados sete anos...estão cá todas e bem. Que con...
Muitos mais virão. És uma vencedora! Uma Alentejan...
mulher coragem, beijinhos grds :)
Quem passa por "isto" não fica igual. Passa a dar ...
Rádio Comercial
as minhas fotos